Marcas mais humanas: o que são e como construir?

Detalhe Magno

Para a maioria das empresas, já entende-se que é preciso ser mais do que um rostinho bonito para se destacar no mercado atualmente, mas alguns empreendedores ainda acreditam na relação com o consumidor apenas como compra e venda, esquecendo que os tempos mudaram e os consumidores ficaram mais seletivos, exigindo relações mais humanas entre a empresa e seu público.

De humano para humano, o contato da empresa com o cliente agora vai além. Ele precisa despertar elos emocionais, focado cada vez mais no elemento humano e suas necessidades.

Neste post vamos explicar o que é essa humanização, como ela pode ser feita e quais os benefícios de aplicá-la na sua empresa.


H2H ou Human to Human

A partir da tecnologia à disposição de todos, as empresas precisaram adaptar da forma de trabalho para criar uma relação mais próxima e humana com o seu público de interesse, utilizando essa estratégia como meio de encontrar espaço, refletindo seus propósitos para assim ganhar relevância (e porque não likes?) na vida das pessoas.

Com isso, surgiu a tendência do Marketing H2H – Human to Human, ou seja, o toque humano no marketing digital. Em tradução literal, é o marketing feito de pessoa para pessoa, que busca despertar elos para criar uma relação baseada na confiança a longo prazo com o consumidor.

Uma atenção especial ao cliente é o que norteia esse tipo de abordagem, acreditando que, muito mais do que atender e sanar suas necessidades, é ter a máxima atenção para que o relacionamento aconteça de forma empática, tenha um rosto, uma personalidade e voz própria tornando-a próxima o suficiente para dar confiabilidade ao cliente.


Qual é a forma de se comunicar?

Primeiramente é preciso compreender que tornar a sua marca mais humana faz parte de um processo e só fará sentido se a ideia de humanização se encaixar com a sua marca e os ideais propostos e postos em prática no dia a dia. Ou seja: a humanização é uma tendência sim, mas ela só funciona se for real e realmente refletir a sua empresa.

O primeiro passo para criar essa relação humanizada, sensível e personalizada é aplicar ao marketing uma boa dose de empatia. Seguem algumas dicas:

  • Torne as relações pessoais

Cada vez mais as pessoas querem ser ouvidas e quando elas sentem que isso acontece e sua empresa as reconhece, sabe quem ela é, seu nome, seus desejos, problemas e metas a alcançar, essa relação tende a se fortalecer cada vez mais.

Tornar as relações pessoais é preparar seu atendimento para ouvir de fato quais são seus anseios, atento para buscar uma solução personalizada - ponto crucial para o sucesso de qualquer projeto com a abordagem humanizada.

  • Jamais esqueça a empatia

A empatia é um ponto muito importante para que você possa se colocar nesta posição de ver o lado do seu cliente e compreender seus desejos. Esta é uma ferramenta muito importante para o crescimento e encoraja a confiança da relação.

  • Seja transparente e autêntico

Eu reforço aqui a importância da confiança e aponto também a transparência como uma das bases desse tipo de relação. Usar a transparência no seu contato demonstra autenticidade e permite a construção de relações capazes de conversas francas e cuidadosas, pensando sempre na melhor experiência que o seu cliente pode ter.

  • Permita-se ser inspirador

Emoções são o que impactam os humanos. Ter domínio dessa percepção e saber como aplicar é uma peça-chave para o empreendedorismo porque, no fim, todos estamos em busca das possibilidades que nos fazem sentir bem. Ser a persona que inspira estas pessoas é ir além. É dar aos seus consumidores ou pessoas que o cercam algo a que se agarrar e se espelhar quando o momento de enfrentar obstáculos aparece. É desta maneira que os elos de confiança são criados e as relações amadurecem!


Como utilizar a humanização na minha marca?

Não só centrada no modo como o cliente se comporta, a humanização também fala muito sobre como a sua empresa se comporta em relação a ele, objetivando a construção de um relacionamento fluido entre empresa e cliente. O objetivo final é realmente abordar a comunicação de uma maneira diferenciada e algumas dicas para aplicar isso na sua empresa são:

  • Linguagem

A forma de comunicar com linguagem igual a do seu público é um meio de gerar identificação, portanto conhecer o perfil do seu público e fatores que determinam sua linguagem e impactam na comunicação é essencial para que a mensagem seja compreendida.

  • Atendimento humanizado

Cuide para que o seu atendimento esteja sempre pronto para tratar os clientes de igual para igual, afinal, é nas relações de transparência que a confiança se firma. Reforce para a sua equipe a importância de ter um atendimento sempre atento aos detalhes e que realmente se posicione a favor cliente, apresentando todas as vantagens e desvantagens do serviço ou produto oferecido, estando preparado para oferecer as melhores direções para o seu consumidor.

  • Redes Sociais

Nunca é demais reforçar esse ponto. Mais do que necessário estar presente em todas as redes sociais que o seu público está, é preciso estar aberto a comunicação. Manter-se ativo, com uma boa frequência é essencial pra uma presença forte. A interatividade também parte do posicionamento da marca, tendo que deixar de lado em alguns casos a postura mais formal para estar aberto a comunicação direta, clara e com a linguagem do consumidor. O uso do bom humor, atenção as necessidades e respostas aos contatos nas mídias, mesmo que um simples comentário também fazem a diferença.

  • Grau de satisfação

O Human to Human também age como um “acordo” de que dedicação e cumprir com o que a sua comunicação promete é significativo para os clientes. Acompanhe sempre essa métrica como um medidor de satisfação do seu cliente com a marca.


Quais as vantagens da humanização?

A estratégia utilização de marcas mais humanas pode ser considerada uma forte tendência no marketing, isso acontece porque traz benefícios tanto para o consumidor, que fica satisfeito, quanto para o empreendedor, que fideliza o cliente e gera mais lucro.

Além da criação de um vínculo com a marca, o cliente passa a perceber a empresa e o processo de compra como uma relação íntima e agradável, levando ao próximo passo que é a fidelização desse cliente e boas experiências levam este consumidor a voltar a consumir seu produto ou serviço.

Outro benefício importante é que o próprio consumidor, quando satisfeito se torna um propagador da sua marca, levando sua boa experiência a amigos e familiares, expandindo seu público e aumentando o alcance da sua marca.

O sucesso dessa estratégia depende em boa parte da abandono de ideias antigas, de uma mensagem completamente comercial, fria e racional para estabelecer um novo modo de comunicação: personalizado, atraente, simples e interativo, atingindo de fato a realidade das pessoas. Essa é a tendência para empresas modernas que desejam a obtenção do lucro e, ao mesmo tempo, criar identificação dos consumidores com sua cultura e valores.


Por: Camila Ramos


Outras matérias

Detalhe Magno
Logo Magno
Whatsapp